The Tyger, by William Blake

Tyger Tyger, burning bright,
In the forests of the night;
What immortal hand or eye,
Could frame thy fearful symmetry?

In what distant deeps or skies.
Burnt the fire of thine eyes?
On what wings dare he aspire?
What the hand, dare seize the fire?

And what shoulder, & what art,
Could twist the sinews of thy heart?
And when thy heart began to beat,
What dread hand? & what dread feet?

What the hammer? what the chain,
In what furnace was thy brain?
What the anvil? what dread grasp,
Dare its deadly terrors clasp!

When the stars threw down their spears
And water’d heaven with their tears:
Did he smile his work to see?
Did he who made the Lamb make thee?

Tyger Tyger burning bright,
In the forests of the night:
What immortal hand or eye,
Dare frame thy fearful symmetry?

 

The Tyger” is a poem by the English poet William Blake published in 1794 as part of the Songs of Experience collection. Literary critic Alfred Kazin calls it “the most famous of his poems,” and The Cambridge Companion to William Blake says it is “the most anthologized poem in English.” It is one of Blake’s most reinterpreted and arranged works.

Source: Wikipedia

Advertisements

12 thoughts on “The Tyger, by William Blake

  1. Uau esse poema já é bem antigo, 227 anos, ele é bem interessante por vários aspectos um deles é que não faz muito sentido, não consegui interpretar muito bem mas achei legal a parte em que fala ” Em que fornalha estava teu cérebro? ” Que no nosso dia a dia seria mais ou menos Aonde esta seu celebro.

  2. Realmente esse poema é bem pesadão, digo pelo fato da sua existência ser interessante e verbal.

  3. The tyger is a poem that leads us to a reflection on good and evil. The poem asks a question: did god create good and evil.

  4. muito bom esse poema sobre o tigre, consegue envolver de uma maneira inacreditavel nos leitores.

  5. Ta ai um poema que até pra quem não le ficar com uma duvida a mais;achei muito bacana o poema mas o que mais me surprendeu foi o entendimento que estava oculto no poema e se você prestar bastante atenção vai ver certinho do que se trata!

  6. Honestly I’m not a person who likes to read a lot, especially English poems, because of the translation that usually becomes a bit complicated to understand, but this poem is not so difficult to interpret.
    It makes us reflect on the creator. The same as the lamb did, an innocent, fragile and docile creature also made the tiger, a ferocious, predatory and terrifying being. For what reason does a person do a good thing and do totally the opposite of it? What is your intention?
    We can compare this poem to the person who created a disease for example and created the cure for it.

  7. Um poema bem interessante, difícil de entender do que se trata da primeira vez lendo e traduzindo, mas se for estudar o poema, suas palavras tem um sentido bem profundo e significados ocultos, e diferentes maneiras de interpretar.

  8. Gostei muito desse poema retrata algo meio que difícil de se encaixar na mente por ser um poema com um ritmo forte deixando bem interessante

  9. Surpreendente o numero de formas disponíveis para interpretar o poema, que variam de acordo com seu estado atual de espírito, mas que sempre deixa aquela margem de entendimento sobre o bem e o mal…

  10. O poema nos leva a fazer uma reflexão sobre como os seres que foram criados por Deus para fazer o bem acabam se tornando seres que praticam maldades. Portanto, mesmo sendo um poema escrito há 222 anos, podemos notar semelhanças com a atual realidade do mundo em que vivemos, onde homens que deveriam fazer o bem muitas vezes prejudicam outros homens praticando o mal e gerando tristezas.

  11. Esse poema é muito interessante, confesso que precisei ler várias vezes pra tentar entender tudo mas mesmo assim acho que não consegui. É engraçado que ele pode ser interpretado de várias formas e não perde seu encanto, o tornando um poema muito rico e especial!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s